campanhaDSDR

A Campanha por uma Convenção Interamericana de Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos surgiu em 1999, é composta por um grupo de pessoas e organizações a partir de 09 países da região, com participação de diversos movimentos sociais, como as feministas, as mulheres, indígenas, direitos humanos, movimento LGBTI – Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transgêneros, Transexuais e Intersex.

O objetivo da Campanha é caminhar para uma aprovação de uma Convenção, dentro do sistema da Organização dos Estados Americanos (OEA) que garanta o exercício legal dos direitos sexuais e direitos reprodutivos.

Agenda:

  • Fomentar una educação sexual laica formal e não formal, baseada no reconhecimento da diversidade nas formas de família, opções reprodutivas, orientação e preferência sexual, identidade e expressão de gênero, assim como o reconhecimento por parte de todas as pessoas ao direito a uma vida em que se respeitem e protejam seus direitos sexuais e seus direitos reprodutivos;
  • Modificar os padrões socioculturais que legitimam ou exaltam as violações dos direitos sexuais e dos direitos reprodutivos;
  • Lutar por serviços necessários para uma atenção integral e com qualidade, com acesso específicos e não discriminatório na saúde sexual e saúde reprodutiva para todas as pessoas por meio de entidades públicas e privadas;
  • Garantir serviços seguros, gratuitos e de qualidade para a interrupção voluntária da gravidez, eliminando legislação que dificulta o exercício deste direito.

Estamos seguras que esta iniciativa encontrará eco nos governos para o exercício de uma democracia livre de preconceitos, violências e com direitos à saúde sexual e à saúde reprodutiva. Acesse o blog:  http://www.grupos.com.br/blog/convencao-brasil/