NOSSO HISTÓRICO DE LUTAS

  • Feminismo pra quem tá chegando

    Feminismo pra quem tá chegando

    O curso “Feminismo com quem tá chegando 2018” faz parte do projeto “Sociedade Civil Construindo a Resistência Democrática”, desenvolvido pela Universidade Livre Feminista, CFEMEA – Centro Feminista de Estudos e Assessoria. no qual o coletivo tem uma turma. com 15 mulheres  em suas diferentes diversidades.

  • Projeto Mandala da Diversidade

    Projeto Mandala da Diversidade

    Nossas diferenças nossas fortaleza
    diversidade, feminismo, racismo, deficiências, sexualidade e comunicação.

  • Mulheres Cidadãs que Podem

    Mulheres Cidadãs que Podem

    Capacitar para a liderança e o empoderamento de gênero, estimular e qualificar a participação das mulheres em espaços coletivos de tomada de decisão e incentivar a reflexão sobre a necessidade de mudanças no sistema político em vigor

  • Todas São Todas

    Todas São Todas

    Desenvolvido pelo Grupo Inclusivass em parceria com o Coletivo Feminino Plural, tem apoio do Fundo Fale Sem Medo do Instituto Avon e Fundo ELAS Fundo de Investimento Social.

  • Acervo Feminista Enid Backes

    Acervo Feminista Enid Backes

    Fruto de uma coleção construída pelo coletivo Feminino Plural ao longo de duas décadas de ativismo feminista. O Acervo Feminista Enid Backes foi inaugurado em 10 de dezembro de 2015 pelo Coletivo Feminino Plural com o apoio da Fundação Luterana de Diaconia.

  • Projeto Girassóis – Gênero e Saúde Mental

    Projeto Girassóis – Gênero e Saúde Mental

    Gênero, componente essencial na atenção à saúde mental das mulheres.

  • Consórcio de Monitoramento da CEDAW

    Consórcio de Monitoramento da CEDAW

    Composto por 13 redes e organizações que ao longo de 2013/2014 elaboraram relatórios paralelos aos governamentais para subsidiar a análise dos representantes das Nações Unidas. É coordenado pela Rede Feminista de Saúde Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos, Coletivo Feminino Plural, Núcleo Interdisciplinar de Estudos sobre Mulher e Gênero da UFRGS, e pelo Comitê para a América Latina e Caribe para os Direitos da Mulher – Cladem Brasil.

  • Escola Lilás – Direitos Humanos

    Escola Lilás – Direitos Humanos

    Teatro e artes/expressões urbanas, e conteúdos de direitos das mulheres e meninas, desenvolvido na Restinga.

  • Prêmio: Destaque em Saúde do Conselho Municipal de Saúde de Porto Alegre

    Prêmio: Destaque em Saúde do Conselho Municipal de Saúde de Porto Alegre

    Destaque em Saúde do Conselho Municipal de Saúde de Porto Alegre.

  • Projeto O Tempo Não Para

    Projeto O Tempo Não Para

    Prevenção de DST’s/Aids como uma Prática Criativa projeto destinado às mulheres do sistema prisional, em regime fechado – Penitenciária Madre Pelletier e do regime semiaberto, da Casa Albergue Feminino, em Porto Alegre, com edições em 2006 e 2007.

  • 10 anos do Coletivo Feminino Plural

    10 anos do Coletivo Feminino Plural

    Comemoração e exposição de 10 anos do Coletivo Feminino Plural na Câmara Municipal de Porto Alegre.

  • X EFLAC (Encuentro Feminista Latinoamericano y del Caribe)

    X EFLAC (Encuentro Feminista Latinoamericano y del Caribe)

    – X EFLAC (Encuentro Feminista Latinoamericano y del Caribe) e reunião do RSMLAC (Red de Salud de las Mujeres Latinoamericanas y del Caribe) em Serra Negra/SP.

  • Projeto Meninas e Meninos Desaparecid@s

    Projeto Meninas e Meninos Desaparecid@s

    Projeto Meninas e Meninos Desaparecid@s: O Direito de ser Encontrad@, visando a fundamentação de novas políticas públicas.

  • Projeto a um Passo da Liberdade

    Projeto a um Passo da Liberdade

    Prevenção em Saúde Sexual e Reprodutiva, DST’s e Aids com mulheres presas – Projeto contemplado no Edital 2004 do Ministério da Saúde/SES/Unesco. Vincula-se à agenda das mulheres do sistema prisional semiaberto.

  • Oficina na Casa Albergue Feminino

    Oficina na Casa Albergue Feminino

    Oficina na Casa Albergue Feminino, em Porto Alegre, durante a primeira edição no Brasil, da Campanha 16 Dias de Ativismo contra a Violência de Gênero. A mobilização internacional anual teve sua primeira edição em 1991 e desde então cerca de 150 aderiram às suas atividades.

  • Projeto Meninas Sabidas

    Projeto Meninas Sabidas

    Protagonismo Juvenil Feminino com Acessibilidade Digital – Projeto desenvolvido na Vila Cruzeiro do Sul de Porto Alegre.

  • Planeta Fêmea

    Planeta Fêmea

    Oficinas no Fórum Social Mundial – Planeta Fêmea.

  • Mulheres contra todas as guerras – Brique Lilás

    Mulheres contra todas as guerras – Brique Lilás

    Mulheres contra todas as guerras – Brique Lilás, no Dia Internacional da Mulher, em Porto Alegre/RS.

  • Dia Internacional da Mulher

    Dia Internacional da Mulher

    Dia Internacional da Mulher na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.

  • Movimento contra a redução da pena para estupro

    Movimento contra a redução da pena para estupro

    Movimento contra a redução da pena para estupro.

  • Marcha Mundial das Mulheres

    Marcha Mundial das Mulheres

    Participação do Coletivo Feminino Plural desde a primeira edição da Marcha Mundial das Mulheres, em Porto Alegre. A Marcha Mundial das Mulheres nasceu no ano 2000 como uma grande mobilização que reuniu mulheres do mundo todo em uma campanha contra a pobreza e a violência.

  • Seminário Mulheres no Exercício de Funções Públicas

    Seminário Mulheres no Exercício de Funções Públicas

    Seminário Mulheres no Exercício de Funções Públicas.

  • IV Seminário: Saúde, Um bem que se quer – A saúde da Mulher em Tempos de AIDs

    IV Seminário: Saúde, Um bem que se quer – A saúde da Mulher em Tempos de AIDs

    Participação no IV Seminário: Saúde, Um bem que se quer – A saúde da Mulher em Tempos de AIDs. Durante seus anos de atuação, o Coletivo Feminino Plural participou das edições do evento vinculadas à saúde feminina.

  • Seminário do Conselho Municipal dos Direitos da Mulheres

    Seminário do Conselho Municipal dos Direitos da Mulheres

    Seminário do Conselho Municipal dos Direitos da Mulheres na Câmara de Municipal de Porto Alegre, no Dia Internacional da Mulher.

  • Posse do Conselho Municipal de Direitos das Mulheres (COMDIM)

    Posse do Conselho Municipal de Direitos das Mulheres (COMDIM)

    Posse do Conselho Municipal de Direitos das Mulheres (COMDIM).

  • Primeiro registro de encontro do Coletivo Feminino Plural

    Primeiro registro de encontro do Coletivo Feminino Plural

    Primeiro registro de encontro do Coletivo Feminino Plural, em 1º de junho de 1996, no Sindicato dos Petroleiros. A organização foi formalizada durante uma atividade de um conjunto de mulheres no Largo Glênio Peres, em Porto Alegre, no dia 8 de março do mesmo ano.

  • Fundação do Fórum Municipal da Mulher

    Fundação do Fórum Municipal da Mulher

    Fundação do Fórum Municipal da Mulher, instância política do movimento de mulheres e feminista de Porto Alegre, criado pela Lei 397/95, a mesma que criou o COMDIM.

Conhecimento é Poder Amita Trasi
Conhecimento é Poder Maya Angelou
Conhecimento é Poder  Rupi Kaur
Conhecimento é Poder Marcia Tiburi
Conhecimento é Poder Acervo Enid Backes
Conhecimento é Poder Judith Butler
Conhecimento é Poder  Conceição Evaristo
Conhecimento é Poder Conceição Evaristo (2)
Conhecimento é Poder Érica
Conhecimento é Poder Adriana Carranca
Conhecimento é Poder Rupi Kaur (2)
Roberta Coimbra A luta das mulheres agricultoras - Parte 2
Lelei Teixeira A luta das mulheres com Nanismo - Parte I
Carolina Santos E a luta das mulheres com deficiência
Malu Pereira de Oliveira E a luta por políticas públicas
Lelei Teixeira A luta das mulheres com Nanismo - Parte II
Lelei Teixeira A luta das mulheres com Nanismo - Parte III
Adriana Deffenti E a música Controversa
Daniela Alves da Silva O que é o SLAM - Parte I
Em pauta: Aborto
Juliana Luise Costa A descoberta do Slam das Minas/RS
Lígia Lasevicius A Culpa que não é da Moça - Sarau Eva Diva
Malu Pereira de Oliveira A luta por políticas públicas
Monique Machado A luta das mulheres negras - Parte I
Gritaram-me negra! A luta das mulheres negras - Parte II
Monique Machado A luta das mulheres negras - Parte III
Dr. Leonardo Botelho entrevista: Mulheres que vivem com Dor
Poesia contamina Slam das Minas e do Ventre Livre no Mês 8M
Priscila Leote A luta das mulheres LBT
RS e a cultura da rua SLAM Parte 2
INSTAGRAM
FACEBOOK
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support